APRESENTA

Como restaurantes e mercados podem aumentar o faturamento nesta época do ano? Confira aqui 5 dicas

Cláudia de Castro Lima - 19 dez 2019
COMPARTILHE

Se existe uma coisa que sabemos que não falta no fim de ano da maioria das pessoas – além, claro, do imprescindível peru de Natal – são as confraternizações das empresas e dos amigos. Isso, aliado à injeção de 214 bilhões de reais com a liberação do 13º salário dos brasileiros, faz brilhar os olhos dos donos de restaurantes e supermercados.

Segundo a Apas (Associação Paulista de Supermercados), no mês de dezembro as vendas dos estabelecimentos tendem a crescer 24% em relação à média dos outros meses. E, no Natal, a expectativa é que elas subam 6% este ano em relação ao ano anterior.

“Por sua vez, o movimento dos restaurantes, embora caia em janeiro, costuma aumentar muito até o fim do ano por causa das reuniões de empresas e dos encontros de amigos”, afirma Antônio Alberto Aguiar, o Tombé, diretor de Estabelecimentos da Sodexo. De fato, o incremento de faturamento em dezembro é estimado em até 35% por entidades do setor como a Abrasel RMC (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Região Metropolitana de Campinas).

Para Tombé, essa é uma ótima oportunidade para os estabelecimentos conquistarem novos clientes – além de agradar aos antigos. Ele dá aqui cinco dicas para aproveitar esta época do ano e avisa: “Não se esqueça do atendimento. O cliente precisa ser tratado com carinho, para sair com a sensação de aquela foi uma experiência única”.

RESTAURANTES

• Faça parcerias
Esta época do ano pode representar uma boa oportunidade de fazer parcerias com aplicativos, a exemplo do Sodexo Club. “Elas são ótimas não apenas para divulgar promoções do estabelecimento, mas para divulgar a própria marca e testar novos modelos”, diz Tombé.

Outra opção para os restaurantes e supermercados é estabelecer parcerias com indústrias que geram experimentação, como as de bebidas e de produtos alimentícios. “Nesse caso, o local pode criar inclusive pratos diferentes, usando esses produtos, e incrementar seus cardápios.”

• Capriche no ambiente
É um sinal de cuidado com o cliente modificar o ambiente ou o serviço de acordo com a demanda – por exemplo, com um tipo de disposição mais esperta do mobiliário para receber as empresas para as confraternizações ou com música.

“Oferecer aos clientes o mesmo espaço no almoço, com o bufê de self-service, e na happy hour não funciona”, diz Tombé. “Quem adequa o ambiente se dá melhor – afinal, vivemos na era da customização.”

• Amplie sua oferta de produtos e serviços
Crie um hábito em seu público passando a promover, por exemplo, festivais em determinados dias da semana com pratos temáticos. “Faça o cliente saber que toda quarta-feira de dezembro e janeiro, por exemplo, você vai servir determinado tipo de culinária”, aconselha Tombé.

MERCADOS

• Atraia clientes com sorteios
Uma fórmula clássica que traz retorno: os mercados podem usar a própria plataforma de clientes para promover sorteios. “A cada determinado valor gasto, o consumidor ganha um cupom e tem chances de concorrer a prêmios como viagens ou produtos”, diz Tombé.

• Pense em promoções trianguladas
O executivo da Sodexo afirma que cada vez mais as promoções têm de ser feitas a partir de parcerias. Nos supermercados, elas envolvem também indústria e empresas. “Nós da Sodexo temos uma base gigante de consumidores. As promoções podem envolver essa base, o mercado e a indústria, que entra com produtos já existentes ou com novos produtos para experimentação”, explica ele.

Ele exemplifica com um serviço que a Sodexo lançou recentemente. Produtos com descontos são oferecidos para públicos específicos – a tecnologia cruza dados de consumo para entender os hábitos do cliente.

“Por meio de uma tecnologia conhecida como ‘computação ubíqua ou ubicomp’ é possível oferecermos o produto certo para a pessoa certa no local correto”, diz Tombé. Assim, quando um potencial consumidor está próximo de uma das redes participantes, é notificado com os descontos mais relevantes. “Quando o cliente informa seu CPF no caixa, independentemente de pagar com cartão Sodexo, o desconto é aplicado na hora.”

Segundo Tombé, essa é uma iniciativa que evidencia a estratégia da Sodexo de estar mais próxima do seu consumidor final. “Estamos trabalhando conceitos de ‘customer centricity’ e trabalhando com um mindset de varejo. Satisfazendo o desejo do consumidor, geramos o fluxo necessário para nossos estabelecimentos parceiros, fechando um ciclo ganha-ganha para todos os envolvidos”, afirma.

 

2311 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: