Enfim, férias: listamos 5 negócios de turismo e lazer para inspirar o seu próximo passeio

Dani Rosolen - 24 dez 2019
Seja colocando as pernas para o alto ou a mochila nas costas, as férias são sempre bem-vindas.
COMPARTILHE

O ano vai chegando nos finalmentes. Semana que vem já é janeiro, momento em que, com sorte, você poderá tirar uns diazinhos de folga, com ou sem crianças a tiracolo.

Ao longo de 2019, o Draft contou, entre diversas boas histórias, algumas sobre gente que empreendeu com lazer e turismo. Teve fundadores contando como criaram empreendimentos para suavizar a jornada de outros viajantes (depois de vivenciarem na pele seus próprios perrengues), pessoas que decidiram que dá, sim, para fazer da viagem um estilo e meio de vida… 

Se você ainda não planejou seus dias de descanso, vale conferir a nossa seleção, abaixo, com resumos de cinco dessas reportagens (clique nas imagens para ter acesso aos textos na íntegra). Quem sabe uma delas te inspire. No mais, partiu férias!

 

MENINOS DA BILLINGS

A grana está curta? Pois então, se você mora em São Paulo, sabia que existe turismo náutico na cidade? A Meninos da Billings opera o serviço na Represa Billings, Zona Sul da capital paulista. São dois pacotes: canoagem na represa e explanação sobre a história da capital e suas águas; e travessia de barco até a Ilha do Bororé, um bairro rural, para visitar atrações como uma capela erguida em 1904, um espaço de permacultura, um mirante e um bar centenário (onde é possível provar cachaça curtida no cambuci). A renda obtida com os passeios ajuda a manter três projetos sociais que atendem cerca de 1 500 pessoas.

 

RECRIA

Se viagem de férias, para você, deve ser sinônimo de conhecer de perto o estilo de vida local, uma boa opção pode ser procurar a Recria, dos sócios Karina Zapata, João Paulo da Silva e Larissa Almeida. A empresa recifense — cujo nome é uma abreviação de Rede Nacional de Turismo Criativo — promove experiências construídas em conjunto entre turistas e moradores do destino visitado. Um exemplo? Ao visitar a Ilha de Deus (um dos maiores manguezais urbanos do país, na zona sul da capital pernambucana), o viajante também aprende a catar marisco ou a plantar mudas no mangue que ajudem a restaurar o ecossistema.

 

INOVARTOUR

A pausa no trabalho pode ser uma oportunidade para se desligar (de verdade) da correria urbana. Essa é a pegada dos retiros detox da InovarTour, comandados por Thais Pugliese. A empresa privilegia lugares sem energia elétrica e interferências eletromagnéticas, como a Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Nas imersões, os participantes devem seguir quatro pilares: ecoturismo sustentável, por meio do contato respeitoso com a natureza; vivências corporais (em geral, com Yoga); alimentação consciente (leia-se: orgânica, vegana e vegetariana); e dinâmicas de autoconhecimento.

 

SISTERWAVE

Quem nunca passou por um perrengue durante uma viagem? “Existe um toque de recolher invisível para mulheres. E há lugares muito hostis quando você não está acompanhada por um homem.” Foi justamente esse insight e uma experiência quase traumática que fizeram a mochileira Jussara Pellicano Botelho empreender a SisterWave: uma rede com objetivo de proporcionar conexões seguras que deem às viajantes um olhar mais real do lugar visitado. Viagem, afinal, é um momento de relaxar, e não de ficar travada, com medo de circular sozinha por aí.

 

VEM COMIGO PARA A ÍNDIA

O casal de mochileiros Larissa Filappi e Roberto Cagliari Junior sacou que poderia transformar seus aprendizados de viagem em um negócio — e, detalhe, com foco num único destino. Os dois definem sua empresa, a Vem Comigo para a Índia, como uma “não-agência de viagens”, em que o roteiros têm um tempero especial, bem diferente dos pacotes básicos de turismo. Entre os recortes temáticos, eles já organizaram aventuras no Himalaia, práticas de yoga e vivências no festival Holi (em que os participantes se colorem de tinta para festejar a chegada da primavera).

2304 Total Views 7 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: