Quer investir em criptomoedas? A LoopiPay ajuda os usuários a comprar e vender tokens de cripto via Pix

Dani Rosolen - 19 jul 2022 Dani Rosolen - 19 jul 2022
COMPARTILHE

Nome:
LoopiPay.

O que faz:
É uma fintech que ajuda o usuário a comprar ou vender criptomoedas via Pix diretamente na sua carteira.

Que problema resolve:
Reduz a complexidade da compra e venda de criptomoedas, com menos taxas de transação e mais liberdade, porque a custódia dos ativos é do usuário. Além disso, traz mais segurança para a operação, pois ela é realizada direto na carteira escolhida pelo cliente.

O que a torna especial:
Segundo os fundadores, o que torna a startup especial é ajudar os usuários a enviar criptomoedas diretamente para suas carteiras em segundos e vendê-las facilmente. “Fornecemos uma plataforma fácil de usar que irá ajudá-los a evitar as armadilhas e a interagir com Web3 dApps”, diz o CEO Ricardo Bechara.

Modelo de negócio:
A LoopiPay lucra com a cobrança de um fee de 3% sobre o valor da transação, além da taxa de gás de rede, que é repassada para os mineradores.

Fundação:
Maio de 2021.

Sócios:
Ricardo Bechara CEO
Cesario Martins — CPO
Felipe Brasileiro COO

Fundadores:

Ricardo Bechara 34 anos, São Caetano do Sul (SP) é formado em Administração de Empresas pela Universidade Federal de Viçosa. Cofundou e foi Country Manager da Rappi Brasil, além de sócio da Mobly.

Cesario Martins 36 anos, Fortaleza (CE) — é formado em Engenharia da Computação pelo ITA, com MBA em Harvard. Fundou e foi e co-CEO da Clickbus e diretor executivo do meuDNA.

Felipe Brasileiro 31 anos, São Paulo (SP) — é formado em Engenharia pela Unicamp. É cofundador e CEO da Parafuzo. Foi CMO na Mobly.

Como surgiu:
Os sócios da LoopiPay já estavam imersos neste ecossistema e perceberam que, para despertar o interesse de outras pessoas por NFTs, oportunidades de jogos P2E, aplicativos DeFi e metaverso, era necessário criar um sistema simples, no qual o usuário pudesse confiar e comprar tokens em poucos passos.

Estágio atual:
A LoopiPay opera de forma 100% remota, com um time de 24 pessoas distribuído entre todas as regiões do país. A plataforma conta com mais de 100 ativos digitais disponíveis no site e nas blockchains Polygon, Avalanche, Ethereum e Binance, além de lançamentos semanais de novos tokens.

Aceleração:
Não passou por programa de aceleração.

Investimento recebido:
A LoopiPay recebeu 5 milhões de dólares em maio de 2021 dos fundos Monashees, Canary, OneVC, GFC, Atman Capital e Norte.

Necessidade de investimento:
Não busca um novo aporte no momento.

Mercado e concorrentes:
“A Web3 está apenas começando. Quem entrar hoje nesse mercado ainda estará adiantado e os usuários que entrarem nos próximos anos vão querer cada vez mais ferramentas que facilitem seus investimentos”, diz Ricardo. Ele aponta como concorrentes indiretos as corretoras tradicionais.

Maiores desafios:
“O maior desafio é continuarmos rápidos e conectados com as comunidades para entregar sempre o que o usuário precisa para facilitar a usabilidade na Web3”, afirma o CEO.

Faturamento:
Não informado. De acordo com Ricardo, a média de crescimento mensal do último trimestre foi de 500%.

Previsão de break-even:
Não informado.

Visão de futuro:
“Nossa missão é tornar a compra e venda de tokens dos nossos usuários tão simples quanto os pagamentos online que já fazem atualmente. Queremos ser o principal player da América Latina na Web3, ajudando milhões de pessoas a ingressarem neste universo e simplificando os processos de entrada e saída de tokens.”

Onde encontrar:
Site
Contato

 

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho, mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

327 Total Views 3 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: