SmarttBot, robôs de investimento

Kaluan Bernardo - 31 jul 2015
Logo da empresa.
Kaluan Bernardo - 31 jul 2015
COMPARTILHE

Nome:
SmarttBot.

O que faz:
Robôs para investimento em bolsas de valores. O usuário programa os robôs para realizarem investimentos (basicamente comprar e vender ações) seguindo o padrão e a estratégia que o usuário indicar.

Que problema resolve:
Permite que investidores adotem estratégias sofisticadas utilizando inteligência artificial.

O que torna especial:
O usuário é responsável pela estratégia de investimento. Os robôs apenas automatizam o trabalho.

Fundação:
Janeiro de 2014.

Modelo de negócios:
Cobram assinatura mensal por estratégias pré-determinadas (a mensalidade vai de 100 a 800 reais) e cobram à parte para fazer a programação inicial dos robôs (o valor varia de acordo com a complexidade da estratégia). Há também uma versão trial da plataforma, gratuita e bem simplificada.

Como surgiu:
Os fundadores estavam pesquisando para desenvolver as melhores estratégias de investimento e perceberam que as melhores exigiam muito esforço e demandavam automatização. Então, desenvolveram robôs para fazer o trabalho. Vendo que mais pessoas tinham essa demanda resolveram transformar o sistema em produto.

Sócios:
Paulo Gomide — co-fundador
Leonardo Conegundes — co-fundador
Felipe Machado — co-fundador
Gabriel Lana — co-fundador
Mateus Lana — co-fundador

Perfil dos fundadores:
Paulo Gomide — 28 anos, Itaúna (MG) — graduado em Ciências da Computação  pela UFMG, mestre em Informática pela PUC-Rio. Já foi pesquisador na área de computação, professor na área de informática.

Leonardo Conegundes — 28 anos, Belo Horizonte (MG) — graduado em Ciências da Computação  pela UFMG e mestre na mesma área pela UFMG. Também já foi desenvolvedor e hoje, além de empreendedor, é professor de computação.

Felipe Machado — 28 anos, Ouro Branco (MG) — graduado em Ciências da Computação pela UFMG e mestre na mesma área pela UFMG. Também já foi desenvolvedor e hoje é lead developer na SmarttBot.

Gabriel Lana — 29 anos, Belo Horizonte (MG) — graduado em Ciências Contábeis pela UFMG, ex-corretor de investimento em ações, sócio fundador da cachaça João Andante.

Mateus Lana — 29 anos, Belo Horizonte (MG) — empresário, fundador da Si² e sócio fundador da cachaça João Andante.

Estágio atual:
Estão lançando uma nova versão “self-service”, em que os clientes poderão personalizar suas estratégias de investimento direto no site.

Aceleração:
Foram acelerados pelo Seed – MG.

Investimento recebido:
Receberam aproximadamente 400 mil reais do Seed e do programa Rhae, do CNPQ.

Necessidade de investimento:
Procuram aporte de valor não informado.

Maiores desafios:
Desenvolver o sistema para ele ficar mais robusto e permanecendo seguro.

Mercado e concorrentes:
Consideram não ter concorrentes diretos no Brasil. Em outros países há alguns concorrentes, mas a SmarttBot alega ter um serviço mais fácil de usar.

Faturamento:
Não informado. A empresa afirma ter mais de 50 clientes.

Previsão de break-even:
Até o final de 2015.

Visão de futuro:
“Queremos ser autoridade em estratégias de investimento e dominar o mercado de robôs e ações no Brasil”, diz Gabriel Lana, co-fundador da empresa.

Onde encontrar:
Site
Contato

Você tem uma startup que já é mais do que um sonho mas ainda não é uma empresa totalmente estabelecida? Escreva para a gente. Queremos conhecê-lo. E, quem sabe, publicar um perfil da sua iniciativa aqui na seção Acelerados. Esse espaço é feito para que empreendedores como você encontrem investidores. E para que gente disposta a investir em novos negócios encontrem grandes projetos como o seu.

1357 Total Views 2 Views Today
COMPARTILHE

Confira Também: